Online

There are no users currently online
Julho 5, 2022

UNEBRASIL

Membros Afiliados

Podcast: A Musa e a Inspiração

5 min read
Compartilhe a Verdade

“A Musa“ é a identidade coletiva de nove deusas irmãs, filhas de Zeus e de Mnemosyne (Memória), cuja responsabilidade é inspirar artistas. Outros nomes dados para essa força misteriosa é Inconsciente, Ego, Sopa Quântica. Seja lá o que for, isso representa a dimensão invisível do potencial que está dentro de nós ou além de nós. É de onde as ideias vêm.

Quando a Musa chega onde você está, ela olha para baixo do seu pequeno veículo espacial. Você está no estúdio? Em frente ao cavalete? Em frente ao teclado?

Você não está? Tudo bem. A Deusa dá uma folga para você nesse dia ocioso. Ela volta amanhã.

O que? Você não está lá trabalhando novamente? Nem no dia seguinte? A testa da Musa começa a franzir. Você está a decepcionando. Ela está começando a ficar puta da cara. Será que você não quer a ajuda dela?

Seu nome agora está na lista negra da Deusa. Como ela vai punir você? Ela não vai fazer nada cruel ou violento. Ela é uma dama. A Musa vai simplesmente guardar seus favores. Aquele problema no Ato 2 que você está com dificuldades para resolver? Você está sozinho. Resolva você mesmo.

Mas vamos olhar pelo outro lado, o lado feliz. Vamos imaginar a Musa passando por onde você está na segunda-feira. Lá está você, trabalhando duro. O mesmo na Terça. Quarta também. Ah, agora você fez a Deusa sorrir! Ela gosta do seu estilo, ela aprecia a forma como você se esforça. (Aliás, a Musa não guarda rancor se você só pode dedicar a ela uma hora por dia, ou até mesmo se você não escreve por dias porque teve que trabalhar para sustentar sua família. A Deusa consegue ver suas preocupações).

Por isso ela reconhece e dá valor a suas boas intenções. Contanto que você mostre respeito a ela, você permanecerá na sua lista de preferidos. Como ela recompensa você? Ela ajuda a desempacar aquele Ato 2. Ideias vem a sua mente enquanto você está no chuveiro, ou no metrô, ou caminhando seu cachorro.

Você acha que a ideia é sua. Não é. É dela. Ela deu para você.

Isso é mágica? Um milagre? Não, é algo comum. É como a criatividade funciona. A gente se esforça. A gente dá o melhor de si. Boas coisas acontecem. Essa é a intersecção entre trabalho duro e inspiração.

Quando falamos “coloque sua bunda onde seu coração quer estar”, é isso o que queremos dizer. Isso é ser profissional. É a razão pela qual desenvolvemos disciplina, motivação, respeito pelo processo criativo. É por isso que treinamos para superar a Resistência interna que nos impede de criar.

Devemos nos tornar mestres em todas essas habilidades por um motivo: para que possamos estar sentado em nosso local de trabalho quando a nave da Musa passar. É assim que os dois lados funcionam juntos. Trabalho duro e disciplina.

Esforço disciplinado produz inspiração porque mostra o respeito à Deusa. Genialidade e brilhantismo não ganham seus favores. Ela prefere suor.

Vá para seu canto. Sente-se com violão ou carderno. Reinicie seu computador. Se veja como a Musa vê você, e ficará mais claro o que você precisa fazer.

 

 

Trecho do Steven Pressfield

“Eu me levanto, entro no chuveiro, tomo o café da manhã. Leio o jornal, escovo os dentes. Se tiver telefonemas a dar, telefono. Pego uma caneca de café. Calço minhas botas da sorte que uso para trabalhar e amarro os cadarços da sorte que minha sobrinha Meredith me deu. Dirijo-me ao meu escritório, ligo o computador. Meu moletom da sorte, de capuz, está dobrado sobre a cadeira, com o talismã da sorte que comprei de uma cigana em Saintes Maries de la Mer pelo equivalente a apenas oito dólares, e minha etiqueta da sorte com o nome LARGO, que veio de um sonho que tive uma vez. Coloco tudo. Faço minha oração, que é a “Invocação da Musa”, da Odisseia de Homero, tradução de T.E.Lawrence. São aproximadamente dez e meia agora. Sento-me e mergulho no trabalho. Quando começo a cometer erros de digitação, sei que estou ficando cansado. Passaram-se cerca de quatro horas. Cheguei ao ponto em que as respostas do corpo e da mente vão se reduzindo. Encerro o dia de trabalho. Quantas páginas produzi? Não importa. Serão boas? Nem sequer penso nisso. Tudo que conta é que cumpri minhas horas de trabalho e o fiz com toda a concentração. Tudo que importa é que, para este dia, eu superei a Resistencia[…] O difícil não é escrever, o difícil é sentar-se para escrever.”

Este trecho foi extraído do livro “A guerra da arte” do autor americano Steven Pressfield. Neste livro, Pressfield relata a guerra diária que ele tem que travar consigo mesmo para conseguir produzir como escritor. E o mais interessante é que a dificuldade não é contra a imaginação, a falta de ideias ou de criatividade, a luta é contra romper a inércia de ir trabalhar. Ou seja, uma luta em nome da disciplina, também chamada pelo autor de resistência. Costumamos pensar que uma pessoa disciplinada é aquela que em todos os momentos está ganhando ou conquistando algo, mas, na verdade, a disciplina vem da nossa capacidade de manter-se fiel aquilo que nos comprometemos. Naturalmente, se nos mantivermos firmes aos nossos compromissos, teremos muitas realizações e conquistas. Mas, quando vemos alguém no “topo”, não associamos a quantidade de vezes que ele teve de persistir, com resultados ou não, para alcançar seus objetivos.

 

Não é simplesmente plantar a semente e esperar ela florescer, é regá-la todos os dias. Por isso a disciplina é uma Virtude, manter essa forma de ação, com ritmo, persistência, em nome do que você se comprometeu, lhe ajuda a se tornar um ser humano melhor, transforma o caráter.

Observe como a disciplina transforma a sua vida. O exercício de uma virtude favorece que outras virtudes também floresçam, nos tornando cada vez melhores. Por isso, nosso jovenzinho passa de uma vida despreocupada e irresponsável à vida de um homem maduro, com conquistas e visão mais profunda da vida.


Compartilhe a Verdade

50 thoughts on “Podcast: A Musa e a Inspiração

  1. Antes de qualquer coisa,Grato,estava neste ponto em um livro a 1 dias atrás, vou deixar aqui o trecho

    HOD-NETZACH
    A nuance de Neatzach dentro de Hod evoca a conexão da Musa inspiradora e do Poeta,
    remetendo aos deuses escribas relacionados ás artes e á poesia.

    Iah-Hel
    Arcanjo que cuida dos assuntos de Netzach dentro da esfera de Hod.
    Este anjo ajuda a obter sabedoria, auxilia no aparecimento de ideias luminosas e a apaziguar a violência do mundo.
    este arquétipo como Anjo Solar favorece as pessoas para que vivam suas vidas de modo correto e honesto.

    Luz pra nos!

Deixe uma resposta

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.