Ter. Ago 11th, 2020

UNEBRASIL

Membros Afiliados

A infância de Cristo

1 min read
Compartilhe a Verdade

Conteúdo para Membros

Faça teu cadastro gratuitamente!

Ou faça login para comprar em Téritos este conteúdo.


Compartilhe a Verdade

56 thoughts on “A infância de Cristo

  1. Uma honra ter acesso a conhecimento tão profundo! Incrível a história da infância de Jesus! É emocionante saber que ainda teremos muitos mistérios a nos serem revelados <3
    Gratidão imensa, sempre!

    Luz p'ra nós!

  2. Muito bom entender Cristo dessa forma, somos privilegiados em ter acesso a esse conhecimento por um preço tão acessível, isso valeria ouro, milhões, bilhões, mas Deus cegou os incrédulos, só quem tem olhos pode ver. Gratidão pela aula e por nos trazer detalhes sobre a infância de Cristo, eu nem to acreditando que to aqui vendo isso!!! É surreal saber desses detalhes, obrigado mesmo mestre, daqui a pouco já cai o saldo no picpay e eu ajudo a escola ok ? Forte abraço

  3. Muito bom ver esses detalhes sobre a infância de Jesus, uma vez eu havia lido um livro chamado a Lei do Uno por Ra que dizia que Jesus havia matado uma pessoa na infância e assim “percebeu” seus “poderes” e resolver usar eles para o bem. Aquilo já me chocou na época diante da história que nos contam, imagine tudo isso que o mestre relatou aí que foi escondido do povo.

  4. agradeço muito por esse apocrifo, agora consigo perceber como uma ‘magia’ foi possiveis ser plasmadas
    na minha tela mental e de um amigo durante o ritual com plantas enteogenas, no momento que apontamos o dedo e focamos nela fizemos 1 lampada led apagar entre 30 lampadas que iluminava uma feira coberta foi algo que hoje percebo que realmente e aqui onde eu devo estar, luz pra nos!

  5. É pesado Mestre , ainda mais que eu cresci no salão do reino, das testemunhas de Jeová… Tendo aqueles ensinamentos como a verdade mais próxima de Deus . Mas faltava algo alí , e era a perspectiva de satanás, que lá é ensinado como o principal adversário de
    Jeová.
    eu “traí” a Deus, ao ir atrás de Lúcifer, não quero cuspir jamais no prato que comi , eu Amo aquele povo, guardo na mente e no coração tudo de bom que aprendi alí , porem
    Nunca amei tanto a Deus como agora, mesmo que na lógica eu frite as vezes com certos temas, mas na sensação meu espírito grita! Essa é a verdade !

  6. Antes da explicação dos pássaros que voaram fiquei até com receio de ficar louco kakakakka, muito interessante, é um privilégio entender toda essa questão mágica, algo que realmente nem sequer mereço, muito menos os outros detalhes desse vídeo.
    Graditão

  7. Luz pra nós. Que massa.
    Eu vi esse no podcast no portal só que não tinha lido ao fim. Adorei mto mto legal. Se torna com certeza um ser mais amável (mais ainda) e incrível ao meu ver, mostrando esse passado caotico e a transformação.. lindo demais.
    Essa rebeldia/revolta, parecia irritado com algo sabe.. me deu a impressão de que ele se sentia preso a esse lugar “desinteressante” no começo.

  8. Luz pra nós! Fantástico mestre! Cada palavra sua lava a alma, e exclui a dúvida. Amei saber sua experiência com os elementos. Sou grato também a Deus por ele me ter permitido muitas experiências assim… Sempre amei tempo de inverno. Por isso, sempre consegui plasmar chuvas, principalmente casamento de rapozas quando estou alegre. Mas quero compartilhar uma que ainda domino bem… – Quando eu entro no mar, coloco as palmas de minha mão sobre a superfície da água, e deixo todo o ritmo da água levantar e descer minha mão. Quando sinto que estou no ritmo, eu faço desaparecer as ondas por um bom tempo, e se o mar estiver agitado demais, eu meio que acalmo ele. É meio soberbo falar isso, mas o Senhor me encorajou a dizer. Quando criança, eu conseguia não me molhar na chuva… Uma vez, carregando muitas Pipas de papel, não queria que nenhuma se molhasse, mas a chuva estava vindo de encontro comigo, eu via ela varrendo a rua, então eu parei ela até eu entrar em casa. Quando eu entrei na varanda, ela passou – como se eu desse licença pra ela. Eu sempre fui uma criança boa; mas minha mãe sempre pegou pesado comigo, e meu pai só falava comigo quando estava bêbado; e normalmente me aconselhava a ser mulherengo, e que mulher só servia pra uma coisa. Ele bom, só sabia gritar e mandar. Então, na minha inocência, criei um amigo, um ser de branco, que me ensinava tudo… Quando eu virei alcoólatra e drogado, esse ser parou de me visitar. Até que de uns tempos pra cá, tenho a impressão que ele quer falar comigo em sonhos. Sei lá! Vocês podem me ajudar… Já estão ajudando… Mas eu tenho que conhecer-te pessoalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Online

Profile picture of Italo Alcântara
Profile picture of ArthurDaymn

Transferir Téritos

My Balance

Login para ver teu saldo

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.
Ir para a barra de ferramentas