Março 5, 2024

UNEBRASIL

Membros Afiliados

Podcast: PNL, Ensinando o EU Inferior

7 min read
Compartilhe a Verdade

 

A pnl foi criada por um programador linguístico e um psicanalista.

Programar o cérebro é análogo a programar um software.

Ensine seu eu animal a agir conforme seu eu superior decidiu.

Você não pode controlar totalmente um animal, mas pode adestra-lo.

Aprenda a pensar corretamente.

Pensamentos geram sentimentos que geram ações, que geram vibração, que se tornam sua Torus, sua vida.

Não subestime o poder do verbo, a essa altura da sua vida deve saber que o verbo é tudo.

Não desperdice palavras, atente para a vibração negativa das coisas que pensa e diz.

Acredite no que quiser, aprenda a enganar sua lógica, mas sempre mantendo a ética e a 

honra para com a verdade final e suprema.

Magia é enganação, aprenda a enganar a si mesmo.

Raul Seixas: ‘’ –  sou um bom ator, finjo que sou cantor e compositor, e todos acreditam.’’

 

 

 

 

O Príncipe e o Mago

Era uma vez um jovem príncipe que acreditava em tudo, exceto em três coisas. Ele não acreditava em princesas, ele não acreditar nas ilhas, e ele não acreditava em Deus.

Seu pai, o rei, disse-lhe que essas coisas não existiam. Como não há princesas ou ilhas nos domínios de seu pai, e nenhum sinal de Deus, o o príncipe acreditava em seu pai.

Mas então, um dia, o príncipe fugiu de seu palácio e foi para uma terra próxima.

Lá, para seu espanto, da costa ele viu ilhas, e nestas ilhas, estranho e preocupante, criaturas que ele não ousou nomear. Como ele estava olhando curioso, o homem em pleno dia vestido de noite (vestido de preto) aproximou-se dele ao longo da costa.

“São essas ilhas reais?” perguntou o jovem príncipe.

“Claro que são ilhas reais”, disse o homem vestido de noite.

“E aquelas criaturas estranhas e perturbadoras?”

“Eles são todos princesas genuínas e autênticas.”

“Então Deus também deve existir!” exclamou o príncipe.

“Eu sou Deus”, respondeu o homem de vestido de noite, arqueando o corpo.

O jovem príncipe voltou para casa o mais depressa que pôde.

“Então, você está de volta”, disse seu pai, o rei.

“Eu vi ilhas, vi princesas, vi Deus”

disse o príncipe reprovadoramente.

O rei não se comoveu.

“Nem ilhas reais, nem princesas reais, nem um Deus real existem.”

“Eu os vi!”

“Diga-me como Deus estava vestido.” .

“Deus estava em pleno dia vestido de noite.”

“As mangas de seu casaco rolaram de volta?”

O príncipe lembrou que assim tinha sido. O rei sorriu.

“Esse é o uniforme de um mago. Você foi enganado.”

Com isso, o príncipe voltou para a próxima terra e foi para o

mesma costa, onde mais uma vez eu encontrei o homem na íntegra

vestido de noite.

“Meu pai, o rei, me disse quem você é”, disse o

príncipe indignado. “Você me enganou da última vez, mas não de novo.

Agora eu sei que essas não são ilhas reais e princesas reais,

porque você é um mago. “

O homem na praia sorriu.

“É você quem está enganado, meu menino. No reino de seu pai,

Existem muitas ilhas e muitas princesas. Mas você está

sob o feitiço de seu pai, então você não pode vê-las. “

O príncipe regressou pensativamente para casa. Quando ele viu o pai dele

ele olhou nos olhos dele.

“Pai, é verdade que você não é um rei real, mas apenas um

mágico? “

O rei sorriu e arregaçou as mangas.

“Sim, meu filho, eu sou apenas um mago.”

“Então o homem na outra margem era Deus?”.

“O homem na outra margem era outro mágico.”

“Eu preciso conhecer a verdade, a verdade além da magia.”

“Não há verdade além da magia”, disse o rei.

O príncipe estava cheio de tristeza. Ele disse: “Eu vou me matar”.

O rei, por magia, fez a morte aparecer. A morte estava na

porta e acenou para o príncipe. O príncipe estremeceu. Ele

lembrou das belas, mas irreais ilhas e das irreais, mas

lindas princesas.

“Muito bem”, ele disse, “eu posso suportar isso”.

“Você vê, meu filho”, disse o rei, “você também começa a ser

um mágico. “

 

Wiki

Programação neurolinguística (PNL) é uma abordagem pseudocientífica que visa aproximar comunicação, desenvolvimento pessoal e psicoterapia criada por Richard Bandler e John Grinder na California, Estados Unidos na década de 1970. Os criadores da PNL afirmam que existe uma conexão entre os processos neurológicos (“neuro-“), a linguagem (linguística) e os padrões comportamentais aprendidos através da experiência ( programação ), e que estes podem ser alterados para alcançar informações específicas e metas na vida. Bandler e Grinder também afirmam que a metodologia de PNL pode “modelar” as habilidades de pessoas excepcionais, permitindo que alguém adquira essas habilidades. Eles afirmam também que, muitas vezes em uma única sessão, a PNL pode tratar problemas como fobias, depressão, distúrbios motores, doença psicossomática, miopia, alergia, resfriado comum e distúrbios de aprendizagem

 

John Thomas Grinder graduou-se na Universidade de San Francisco com grau em Psicologia no início da década de 1960. Grinder alistou-se no Exército dos Estados Unidos, onde serviu como capitão pelas forças especiais dos Estados Unidos na Europa durante a Guerra Fria. No final da década de 1960 Grinder retornou à academia para estudar Linguística, e em 1972 recebeu doutorado na Universidade da Califórnia por seu trabalho em On Deletion Phenomena in English.

No início da década de 1970 ele trabalhou no laboratório de George A. Miller na Universidade Rockefeller e foi selecionado como professor assitente de linguística no recém formado campus da Universidade da Califórnia. Durante sua carreira acadêmica ele focou nas teorias de Noam Chomsky sobre especializações de gramática transformacional em sintaxe.

 

Richard Wayne Bandler (Teaneck, 24 de fevereiro de 1950) é cocriador, juntamente com John Grinder, da Programação Neurolinguística (PNL) e, além de autor de vários livros, conduz seminários e treinamentos relacionados à PNL.

 

John Grinder, um professor da Universidade, disse, a Bandler, que ele poderia explicar quase tudo que eles estavam fazendo usando gramática transformacional, mais especificamente a especialidade de Grinder: linguística.

Juntos, eles criaram um grupo ao qual chamaram de “treinamento terapêutico”. O foco deste grupo de 3 horas por semana foi o uso da linguagem como um agente de mudança e, mais tarde, na compreensão e utilização de “sistemas representacionais“. Seu ensino e treinamento de estudantes resultou no desenvolvimento de um modelo para a terapia, que ele chamou de “Meta-Modelo”. Esta foi a base para o seu primeiro livro, The Structure of Magic (1975).

 

A Linguística Computacional ou Processamento de língua natural (PLN, em inglês Natural Language Processing, sigla NLP) é um campo multidisciplinar que envolve a Inteligência Artificial, a Informática, a Estatística e a Linguística e que se utiliza de processos computacionais para manipulação da linguagem humana. Os linguistas computacionais almejam desenvolver, através de modelos lógico-formais ou estatísticos de línguas naturais, sistemas com capacidade de reconhecer e produzir informação apresentada em linguagem natural.

A disciplina foi originalmente desenvolvida por cientistas da computação especializados na aplicação de computadores para o processamento de línguas naturais. Linguistas computacionais muitas vezes trabalham como membros de equipes interdisciplinares, incluindo linguistas (pessoas com formação específica na área), pessoas com conhecimentos sólidos das línguas relevantes para um determinado projeto e cientistas da computação. Em geral, a linguística computacional conta com o envolvimento de linguistas, cientistas da computação, especialistas em inteligência artificial, matemáticos, lógicos, filósofos, cientistas cognitivos, psicólogos cognitivos, psicolinguistas, antropólogos e neurocientistas, entre outros.

A linguística computacional possui abordagens tanto teóricas quanto aplicadas. Sua vertente teórica se ocupa de questões em linguística teórica e ciência cognitiva, enquanto a aplicada se concentra sobre os resultados práticos da manipulação mecânica da linguagem humana.

 

 

Veja outras matérias relacionadas:

 

A estrutura da Magia

 

Física Quântica e Mundo Virtual

 

 

Vamos ajudar

 

Ajudologia

Estimados irmãos e irmãs.

Em primeira ordem de relevância, eu lhes convido a revisitar a importância da interatividade no site.

• Comentários
• Compartilhamento
• Likes em todos os posts nas redes sociais
• Interação com o “merch” aqui e nos outros sites (aprenda mais sobre nos grupos de alunos)

Portais:
Escola de Lúcifer
Unebrasil – Círculo EDL
Livro Lúcifer – Onde a Verdade é a Lei

Faça parte do Congresso Nacional:
Congresso Digital Unebrasil

• Assiduidade, presença nos portais todos os dias
• Consumo e produção/criação de conteúdo
• Compras na loja
• Matrículas em cursos a níveis profundos (ganhe téritos na compra)
• Pré-reserva de livros: Eu Mordi a Maçã, Lilith, O Anjo está em pé e Poemas do Inferno
Ser Membro

 

~Luz p’ra nós!~

 


Compartilhe a Verdade

72 thoughts on “Podcast: PNL, Ensinando o EU Inferior

  1. Concordo com você Mestre Rogério, eu estou saindo de uma fase que não agir precipitadamente foi meu foco.”angustiante”
    Para alinhar os pensamentos em questão a tudo. Sem SOMBRAS. Apenas receber a Luz e dar a Luz.
    Agradeço imensamente a todos os mestres e alunos que tem Iluminado a jornada da vida real.
    Luz pra nós !

  2. muito bom os podcasts, trouxe de volta átona varias coisas e momentos que me identifico, a PNL aprendi pelos softwares mentais (Marcelo Maia) e mais profundo nas 4 vídeo aulas do ytbr Luiz Paladino com a Bioquímica cerebral e modulação neurotransmissora por noótropicos onde me foi apresentado a experiencia de ‘expansão de conciencia’ enfim agradeço tb pelo `Podcast: Alta Criação e Vontade Livre` Luz pra nos!

  3. Eu criava alto sabe… quando criança eu fazia as coisas cmo o bruce lee. Cm briga msm. Eu n sei cmo mas eu aprendi a sentir o movimento do oponente.. ai os cara falava oloko ele tem pressentimento. Mas eu tinha um ego mto grande. Eu acreditava na fé. Lembro que minha primeira experiência assim foi quando eu corri na chuva e senti ela mais forte.. eu parava e ela diminuia.. era da minha cabeça mas me deu um ponto de vista sobre criar com a intenção mto cedo.

  4. Melhorando a pergunta, sobre planejar o que vai fazer e talz, vejo que tenho problemas com isso pois penso que isso é querer tomar o amanhã pra mim, criar meu próprio caminho, se algum irmão tiver um áudio ou vídeo do Bob ou do Rogério se essa pergunta já foi feita

  5. eu conheci a PNL, após um término de um relacionamento, através de um curso que chamava Alpha ignition , de la conheci outras coisas como linguagem corporal, gatilhos mentais , persuasão, mas percebi que minha intenção era evoluir nesse sistema, na parte social , amorosa e financeira.
    Mas confesso que da forma que o Mestre o Rogério abordou aqui foi outro nível! ainda mais ramificando pra parte da magia e criação que tem tudo haver !
    dahora mestre
    Luz p’ra nós!

Deixe um comentário

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.