Junho 22, 2024

UNEBRASIL

Membros Afiliados

Nióbio – O Ouro que o Brasil dá aos estrangeiros

4 min read
Compartilhe a Verdade

Nióbio – O Ouro que o Brasil dá aos estrangeiros. Por incrível que pareça, nada mudou desde as palavras do Dr. Enéas em 2006.
“O dinheiro do Mensalão não é nada, se comparado com o dinheiro do contrabando do Nióbio. O ministro José Dirceu estava negociando com bancos uma mina de nióbio da Amazônia”, disse Marcos Valério.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Você já ouviu falar do Nióbio? Sabia que o Brasil é o país mais rico do mundo neste elemento? Que ele vale MUITO dinheiro? Provavelmente você não sabe, mas por quê?

Descoberto em 1801 pelo inglês Charles Hatchett, o Nióbio, o mais leve dos metais refratários, é utilizado principalmente em ligas ferrosas (tão poderoso que é utilizado na escala de 100 gramas para cada tonelada de ferro), criando aços bastante resistentes que são utilizadas em tubos de gasodutos, motores de aeroplanos, propulsão de foguetes e em outros chamados supercondutores, além de soldagem, indústria nuclear, eletrônica, lentes óticas, tomógrafos, etc.

Com 98% das reservas do mundo e mais de 90% da comercialização mundial, o Brasil explora muito pouco, perto da capacidade disponível.

O nióbio é o ele­mento metálico de mais baixa con­cen­tração na crosta ter­restre, sendo encontrado na natureza a uma pro­porção de 24 partes por mil­hão. Cada vez mais essencial à tecnologia atual por ser altamente resistente às altas temperaturas e à corrosão, o Nióbio, número 41 na tabela periódica, é alvo de muitas polêmicas.

Entre suas utilizações comerciais, podemos citar o uso em dispositivos médicos, como o marca-passo, pois suas ligas metálicas são fisiologicamente inertes e com características hipoalergênicas. Por esse motivo, também é utilizado em fabricação de joias.

O nióbio também é utilizado na produção de fios de ímãs supercondutores empregados nas máquinas de ressonância magnética e até nos aceleradores de partículas.

Grande Colisor de Hádrons: utiliza mais de 800 toneladas de fios supercondutores de Nióbio.

Em relatos vazados pelo Wikileaks, por exemplo, o governo americano caracteriza o Nióbio como um recurso estratégico e imprescindível aos planos americanos. Além disso, outros países e consultorias especializadas incluem o metal na lista de elementos em situação crítica ou ameaçada.

Com bilhões de toneladas já confirmadas do minério em solo brasileiro e centenas de anos de extração (somente em uma das minas), caso mantenha-se a extração atual, o país exporta cerca de 70 mil toneladas por ano.

Mas por que tão pouco? Para elevar o preço? Não,

pois estamos vendendo uma das maiores riquezas brasileiras à preço de banana, gerando variados apontamentos de fraude.

Um dos maiores críticos, e talvez o único, tenha sido o deputado federal e candidato à presidência, Enéas Carneiro, que afirmava que só a riqueza de Nióbio enterrada no solo brasileiro seria maior que nosso pib atual. Algo parecido com isto que era pregado pelo deputado foi o caso do manganês do Amapá, que acabou após incessante extração e agora só resta os buracos abertos pela mineradora como recordação.

A multinacional e o “Defense Materials Procurement Agency”, do Ministério da Defesa dos Estados Unidos da América, é que podem dizer para onde foi o mineral.

Na época o então Deputado Enéas Carneiro falou sobre o assunto:

Dr. Enéas Carneiro, afirma que poderíamos ter uma moeda oriunda do Nióbio, o qual é essencial para os aviões supersônicos.

Mas o descaso parece ser somente do governo brasileiro, os chineses, por exemplo, estão antenados no assunto. Prova disso é possível compra de uma extensa área florestal em Rondônia. O interesse levou até mesmo o embaixador chinês no Brasil, Qiuiu Xiaoqi, e sua esposa a visitarem a região. O motivo não foi explicitado por nenhuma das partes, mas o Nióbio é a principal, e provável, causa, já que reservas enormes estão no subsolo. Lembrando que a China não tem produção de Nióbio e importa 100% do que sua imensa indústria de aço consome. Apenas para complementar: o Japão e a União Europeia também importam 100% do que consomem do material e os Estados Unidos, 80%.

Frente a este panorama, não é impossível que os chineses adquiram a área (que está disponível para a venda a qualquer um), explorem o recurso e levem o Nióbio brasileiro para fora. Lembremos que o mesmo ocorreu há cerca de 1 século, com o ciclo da borracha na Amazônia, no qual o Brasil detinha um elemento vital para a indústria da época, e, por não saber administrar, perdeu uma rara oportunidade de transformar a riqueza natural do país em desenvolvimento, educação, saúde, qualidade de vida, etc. Vale ressaltar que perto do local que foi sondado pelos chineses está a maior reserva de Nióbio do mundo (e pasme, os estudos ainda não estão concluídos, podendo, portanto, ser ainda maiores).

Trechos do livro: Págs: 11-14

Lucifer – onde a Verdade é a Lei o conhecimento não é pecado.

Autor: Bob Navarro

 

Acesse:

Escola de Lucifer
Círculo EDL
Unebrasil

Unebrasil.net
Livro Lucifer
Quero Vencer
Congresso Digital

Assista: IMPORTANTE!

Quero Entender    Alquimia da Bicicleta        Como entender a Torus?    O nada de fora é o nada de dentro      Geometria Sagrada           Cubo de Metatron      Aula 1: O que é a vida pela alquimia?     Curso: Proibido no sistema

Luz pra nós!


Compartilhe a Verdade

71 thoughts on “Nióbio – O Ouro que o Brasil dá aos estrangeiros

  1. Importantíssimo assunto.
    De fato precisamos que quem esteja no governo e na administração seja justo, os poderes de compra, já que o deus deles é o dinheiro, estão nas mãos de injustos. Contudo acredito na justiça vindoura sabendo que até esses que erram, erram pra tudo se acertar conforme deve ser.
    Deus está no controle. Luz pra nós!

  2. Lembro de quando era criança e via o Enéas na tv, minha zombava dele, e eu não sei explicar, mas eu sentia algo muito forte nele, uma magnetismo, eu sentia uma especie de admiração sem nem saber o pq, ja que nem entendia nada do que ele tava falando.
    Hoje sei que aquela admiração vinha da alma.
    No mundo justo ele será lembrado e admirado por todos, como já esta começando a ser. Tudo que ele falava hoje qualquer ignorante pode perceber, pq hoje é inegável, negar é burrice.
    Luz p´ra nós!

Deixe um comentário

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.