Online

There are no users currently online
Julho 3, 2022

UNEBRASIL

Membros Afiliados

EQM comprova o que aprendemos na Escola de Lúcifer – Parte 1

10 min read
Compartilhe a Verdade

 

Trago aqui nesta oportunidade um vídeo que me impactou bastante por apresentar um relato que posso classificar como no mínimo empolgante, surpreendente, pois a experiência de EQM vivida por uma mulher descreve de forma muito próxima e clara muitas das temáticas que abordamos aqui na EDL, o que o mestre Bob nos ensina em grande parte.

Antes disso, vamos discorrer um pouco sobre o que é a EQM, para esclarecer à quem ainda não conhece este fenômeno.

Segundo a Wikipédia:

“Esses fenômenos são normalmente relatados após o indivíduo ter sido pronunciado clinicamente morto ou muito perto da morte, daí a denominação “EQM”. […]
Parapsicólogos e espiritualistas interpretam estas experiências como supostas provas ou evidências do dualismo mente-cérebro e da vida após a morte. Por outro lado, médicos e cientistas apontam as EQMs como tendo características de alucinações que, durante o estado de coma ou perda de consciência profunda, surgem sob determinadas condições de stress físico e neurológico, sendo esta a explicação cientificamente mais aceita até o momento.”

 

 

O fato é que, nos dias atuais, de acordo com os estudos e pesquisas de médicos, físicos e cientistas sobre estas experiências de EQM relatadas por pacientes, está cada vez mais difícil negar a realidade de que a nossa consciência independe de matéria e não está atrelada ao cérebro. E que existe consciência fora do corpo. Vida após a morte. Estamos cada vez mais próximos de confirmar cientificamente o que antes era considerado misticismo e tabu.

 

Existe uma série da Netflix (infelizmente cancelada na 2ª temporada) que aborda essa temática, chamada “The OA”. Tal série conta a história de um neurocientista chamado Hap que por meio de experimentos científicos tenta provar a existência de vida após a morte induzindo sucessivas EQMs em suas cobaias humanas. Para isso, ele usa uma espécie de eletroencefalograma para analisar a atividade cerebral de pessoas durante uma EQM e outros tipos de análise. Uma dessas cobaias, a protagonista Praire, que era cega, relata detalhes de suas EQMs do tempo que ela foi mantida em cativeiro pelo Hap e de como ela recuperou a visão nesse período. Apesar de se tratar de uma ficção científica, muitas experiências de Praire são condizentes com EQMs da vida real, como contato com seu pai que já faleceu e com uma entidade divina feminina que representa um “Deus”; possibilidades de viagens interdimensionais; e aquisição de novas habilidades, como a recuperação de sua visão. Alguém já assistiu?  O que acharam? Vale a pena conferir, recomendo!

 

 

Vamos agora ao que interessa!

No canal YouTube “AFINAL, O QUE SOMOS NÓS?”, criado pelo físico Carlos de Moura Ribeiro Mendes, podemos encontrar inúmeros relatos notáveis de EQM. Selecionei dois vídeos que mais me chamaram a atenção quanto aos detalhes explanados, os quais refletem muito de nosso entendimento edluciferiano aqui.

 

Segue o primeiro vídeo. O segundo será apresentado no próximo post.

 

 Darlene – Fonte de amor

 

A experiência vivida por Darlene foi muito rica em percepções as quais ela não conseguia traduzir na nossa linguagem comum como ela mesma menciona, mas que nós, quase que imediatamente podemos identificar quais são essas referências que sempre estamos tratando na EDL. Extraí trechos de sua fala e pautei em seguida de cada um desses trechos um apontamento relacionado aos nossos estudos.

“Sentimento de amorosidade vívida e espontânea, sem direcionamento, por todas as coisas ao redor e ao mesmo tempo consciência muito grande das dores da humanidade, dor insuportável.

Memória de estar diluída, como numa pintura de aquarela, sem contorno.  

Minha energia mesclada com outra energia que ao mesmo tempo não era uma outra energia, era tudo uma coisa só.

Não existia um “eu” como algo separado.

‘Visão de 360°’. “

-Sensação de unidade, de que somos um corpo só. O estado de consciência em que ela se encontrou lembra muito a condição atingida por alguns através do efeito de enteógenos. Expansão de consciência. Onisciência. Momento alpha e ômega simultaneamente.

Essas energias eram diferentes cores.”

-Essas “diferentes cores” seriam os degradês dos momentos, das próprias cores, personalidades diferentes mas ali vislumbrada de forma energética.

 “Se colocasse a consciência ou atenção em algum desses aglomerados de energia, aquilo se densificava e tomava uma forma.”

-A questão da onda e partícula. Dar forma e plasmar. O Universo é cognição de nossa mente. Tudo é interpretação de nossa consciência.

“Sem percepção de tempo” 

-Atemporalidade.

“Levou a um processo depressivo a capacidade de se conectar amorosamente ou dolorosamente com a humanidade como um todo.”

-Neste estado de onisciência também, não existe movimento pois se processa tudo de forma absoluta e onisciente. Sem movimento não há vida, a estagnação nos leva ao escuro, ao vazio do nada, ao desespero. Deus carrega esse peso por nós bravamente, com muito amor. E sua misericórdia nos permite experimentar as variações de possibilidades.

“Não experimentou nenhum tipo de julgamento na sua experiência, não tinha nada bom ou mau estava tudo contemplado, tudo contido, não havia essa comparação que fazemos aqui.

Não existe aquela crença bastante comum de que vai ser feita a justiça e em algum momento o bem vai vencer o mal. Existem experiências que foram escolhas de cada alma e escolhas coletivas.”

-Extremos opostos que coexistem para gerar perspectiva. A dualidade.

“A escolha é da alma, não é uma escolha racional, não somos nós que escolhemos.

Todas as experiências são válidas, são todas escolhas de sua consciência.

-Existe o livre arbítrio. Estamos aqui para experienciar, transitar pelos degradês e adquirir uma consciência e compreensão maior.
A obra de Deus.

“Percepção de um jogo de tabuleiro onde você é uma peça e de repente você vê o jogo de cima e constata: nossa é só um jogo. Todas as experiências lhe pareciam como um jogo de escolhas baseado em alguma dualidade do que é certo e do que é errado, do que é bom e do que é ruim.”

-Enxergando o teatro do ângulo da quinta dimensão. Constatação de que toda perspectiva é gerada pela comparação entre dois opostos (e seus degradês), os anjos e demônios, “virtudes e pecados”.

“Essas experiências são como ondas, as emoções são como coisas muito rápidas e vibrantes ou devagar e densas.”

-Tudo é vibração e energia, frequência vibracional. Emoções, sensações vibram, geram frequências.

“A energia quando sai do corpo, se ela está vibrando densa, numa “bad vibe”, ela continua naquela frequência.
Se isso vai levar a experiências mais densas ou menos densas é escolha de cada alma, acredito plenamente nessa livre escolha. Então não faria sentido você ter livres escolhas e depois ser julgado pelas escolhas que você fez.”

-No momento da morte, despertamos em outro “sonho” ou em outra “realidade” que condiz com nosso estado vibracional do plano anterior. E mais uma vez a menção ao libre arbítrio. É relativo dizer que existe o bem e o mal, por isso não existe exatamente um julgamento nesse sentido pois depende muito de nossas concepções e percepções, nossos sonhos, medos e traumas que geram nossos ecos.

“Existe o aprendizado que visa a experiência.

O propósito é a experiência.” 

-O aprendizado em si não é um “propósito” em nossas vidas, mas sim, a experiência. Ou seja, estamos aqui para alegrar a Deus com nossas infinitas criações e fazermos companhia à Ele.

“Idéia de evolução linear não experimentei, todas as possibilidades são simultâneas. Existem várias estações com as quais eu posso sintonizar e se existem estão disponíveis.”

-O quântico, o abstrato, a atemporalidade. Onipresença. Infinitas possibilidades.

“Consciência de que tudo está numa determinada ordem mesmo que ela não seja visível.
Existe uma fonte de onde emana todo esse amor.

Dê boas vindas a tudo o que acontece, está tudo certo dentro de um contexto maior, tenho absoluta confiança nessa ordem, nessa amorosidade. Não temam nada, não tenham medo de nada.”

-Neste trecho podemos reconhecer uma alusão à simetria quando se fala em “ordem”. Sobre confiar nela, ou seja, isso é confiar em Deus, a certeza de seu amor por nós.

“O planeta era um todo energético. Percepção de que a Terra é viva. Não é um objeto. É um vórtice de energia na sua direção. Era algo pulsante, não tinha movimento mas era viva. É como se olhasse para minha mão que está à minha frente, como se eu fosse uma coisa e minha mão é outra, mas na realidade somos a mesma coisa, está tudo conectado.
Não é uma Terra que é viva, nós seres humanos não fazemos parte da Terra viva, é tudo a mesma coisa.”

-A Terra não é esférica nem plana. A Terra é uma tórus!! E mais uma vez, o saber sobre a Unidade.

Colapsar em uma possibilidade estando nesse determinado corpo. Todas as coisas são possíveis mas não podem ser experimentadas ao mesmo tempo, nós estamos no campo das possibilidades. Se eu densificar tudo talvez leve a uma grande inércia e o sistema todo pode colapsar.”

-Ou seja, quando atingimos um estado absoluto, quando estivermos na “posição de Deus” onde tudo é como desejamos num estalar de dedos, tudo é, tudo se materializa, não há mais vida, leva a uma grande inércia, em outras palavras, caímos no escuro, no vazio do nada.

“Havia consciência de que existia lugares fora da Terra? ”

-O físico e dono do canal insistiu em formular esta pergunta por várias vezes. Mas a entrevistada não conseguia afirmar em nenhum momento a existência de outros lugares ou planos fora do contexto consciencial onde se encontrava.

 

O que foi apresentado aqui expõe apenas o que pude captar pelo meu ângulo de visão e humilde compreensão, podendo dizer que pode ter partes até de interpretação mais pessoal e que nem todos os irmãos possam concordar.

Espero que tenham apreciado.

 

Um adendo para finalizar, em relação ao canal publicador do vídeo:

(É um número de inscritos bem interessante)

 

Adendo 2: 

Este comentário de nosso irmão seria na realidade o título mais coerente para o post, ou algo como: Sem a EDL tudo isso ainda seria mistério. Mas para atrair mais pessoas que não conhecem a escola, opto por deixar o título original.

 

O vídeo a seguir foi recomendado durante minhas pesquisas para coleta de material sobre EQM. Mas não há uma explanação muito clara sobre esta experiência de EQM de Waldo Vieira. Conhecedores ou discípulos de Waldo Veira sabem de algo mais?

EQM de Waldo Vieira – Acidente de Carro (parte 1 de 2)

 

Irmãos que sentirem de comentar suas impressões e/ou discordâncias e queiram acrescentar algo, fiquem à vontade! 

Abaixo deixarei algumas matérias de complemento para que os leigos possam entender melhor e para reforçar nossas sinapses.

Se algum irmão ou leitor lembrar de alguma matéria, podcast ou vídeo de nossos mestres ou irmãos, que tenham relação com os temas abordados, peço por favor que deixem o link nos comentários. Assim estarão ajudando a encorpar a matéria e também a divulgar o conteúdo e trabalho de nossos irmãos.  

 

Matérias de complemento:

 

O momento da morte

 

Vidas Passadas – Reencarnação existe? Bíbia x Espiritualismo

 

Reencarnação Quântica – Ciência de Verdade

 

18 sinais de suas vidas passadas – Conscienciologia

 

Como se encontrar nas Linhas do Tempo?

 

Reencarnação existe?

 

Enteógenos – Assimilação e constatação

 

Sobre enteógenos – Usar ou não usar? 

 

Após encontrar a Deus é necessário o uso dos enteógenos?

 

Transformação: o resultado das experiências de quase morte

 

Contraste – Perspectiva- Movimento!

 

Como entender a morte?

 

O que é o Torus?

 

Encarnamos para cumprir um propósito?

 

A terra é plana? A terra é Torus. Entenda!

 

Revolução – Visão Ômega sobre Alpha

 

Destino e Livre arbítrio – Sensação e lógica

 

Teu Livre-arbítrio pode mudar teu Destino? 

 

Mecânica Quântica dualidade onda/partícula (vida dentro da terra?)

 

Dualidade – Só da ilha se vê o continente

 

O que a série Dark tem a ver com a Escola de Lúcifer?

 

Séries que vão te ajudar a entender o que o mestre Bob Navarro diz sobre a Física Quântica

 

Saber de tudo é estagnar? E como não parar o movimento?

 

Emoções, Cores e Formas geométricas estão conectadas 

 

 

 

 

Ganhe téritos usufruindo do conhecimento: colaborando no merch, comentando nas matérias, compartilhando nas redes sociais. É o mínimo que podemos fazer em retribuição, ajudando a nos ajudar. Faça parte desta causa!

Visite nossos portais:
Escola de Lúcifer
Unebrasil – Círculo
Livro Lúcifer – Onde a Verdade é a Lei
Congresso Digital Unebrasil (Faça parte do nosso Congresso Nacional)

 

~Luz p’ra nós!~

 


Compartilhe a Verdade

87 thoughts on “EQM comprova o que aprendemos na Escola de Lúcifer – Parte 1

  1. Eu já assisti a primeira temporada de The OA e fiquei super ansioso pela segunda temporada, porém quando saiu tentei assistir duas vezes e sempre parava no começo, não me dava animo de assistir, vou ver se termino ela, e o post ficou sensacional irmã, gostei do formato de você comentando os trechos e ligando ao que aprendemos aqui na escola, achei interessante também a perspectiva levando até o momento da morte, e como um quebra cabeça foi aumentando meu entendimento, eu nunca passei por ele porém já conseguia imaginar com o que o Bob nos ensinou, e agora sinto que agregou mais uma peça com o relato dessa experiencia, não sei se faz sentido o que eu falei kkk, mas o que eu quero dizer que eu gostei de mais, obrigado por compartilhar, Luz p’ra nós !

    1. Às vezes perdemos um pouco do interesse por séries assim porque sabemos que a realidade é muito mais extraordinária que qualquer ficção sensacional rsrs. Estamos flutuando alto. Tem que descer um pouquinho para podermos nos ressintonizar com o teatro.
      Entendi o que você expressou sim irmão!
      Gratidão 😊🙏
      Luz p’ra nós!

  2. Uma coisa é certa: as matérias da Mestra Miryam valem cada Centavo!
    Noffa, mas 80 téritos, q facada!
    kkk brincadeira, parabéns pela matéria sobre EQM, ficou ótima, era um assunto q eu já tinha visto mas nunca tinha debruçado pra estudar mais a fundo, valeu cada centavo de terito. Ontem passei a noite pesquisando sobre esses fenômenos graças a sua matéria q me apresentou tal mundo novo a ser desvendado. Gratidão 🙏

  3. O.a de fato é uma serie que traz vários desdobramentos sobre o que é a morte.
    Sobre EQM vivi varias experiencias semelhantes,e posso afirmar que minhas experiencias começam como a moça descreve, mas medida que vou revivendo de outros ângulos, o que ela chama de plenitude vai se tornar dor por não ter forma e ver que a vida é só um teatro. Ainda bem que encontrei a edl, ou já teria me matado 10 vezes até entender o que tava vivendo.
    Luz p´ra nós!

Deixe uma resposta

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.