Junho 25, 2024

UNEBRASIL

Membros Afiliados

Casas EDL – Os 4 Humores (Ka, Hu, Ra, Ptah)

26 min read
Compartilhe a Verdade

Sabemos que o 3 é a Consciência e o 4 sua Forma. Até Platão chegou a dizer: “O ternário é o número das idéias; o quaternário, o da realização das idéias”. Você acha esse mesmo fato entre índios e tribos africanas.. entre mitologias antigas e religiões “modernas”, como a Cabala. Assim, a realidade do mundo que dividimos é feita de quatro elementos: Terra, Ar, Fogo e Água refletindo seus “bemóis”, ou seja, meios de campo: quente e frio, seco e úmido. Estes são os ângulos dos humores do corpo humano. Todo sucesso ou fracasso nos Teatros dependem disso. Humor vem de khymós, em grego, significando “fluido”, ou “onda”. No “livro das doenças” os humores são o sangue, a fleuma, a bile amarela e a bile negra. Segundo a doutrina dos quatro humores, o sangue é armazenado no fígado e levado ao coração, onde se aquece, sendo considerado quente e úmido; a fleuma, que compreende todas as secreções
mucosas, provém do cérebro e é fria e úmida por natureza; a bile amarela é secretada pelo fígado e é quente e seca, enquanto a bile negra é produzida no baço e no estômago e é de natureza fria e seca. Note que vomitamos uma destas 4 opções diante de doenças.

A doutrina dos quatro humores encaixava-se perfeitamente na concepção filosófica da estrutura do universo. Estabeleceu-se uma correspondência entre os quatro humores com os quatro elementos (terra, ar, fogo e água), com as quatro qualidades (frio, quente, seco e úmido) e com as quatro estações do ano (inverno, primavera, verão e outono). O estado de saúde dependeria da exata proporção e da perfeita mistura dos quatro humores, que poderiam
alterar-se por ação de causas externas ou internas. Galeno, no século II DC, com o prestígio de sua autoridade, revitalizou a doutrina humoral e ressaltou a importância dos quatro temperamentos, conforme o predomínio de um dos quatro humores: sangüíneo, fleumático, colérico (de cholé, bile) melancólico (demelános, negro + cholé, bile). Colérico, portanto, é aquele que tem mais bile amarela, e melancólico, o que tem mais bile negra. Transfere-se, desse modo, para o comportamentos das pessoas, a noção de equilíbrio e harmonia dos humores.

As expressões “bom humor”, “mau humor”, “bem humorado”, “mal humorado” são reminiscências dos conceitos de
eucrasia e discrasia.
A doutrina da patologia humoral guiou a prática médica por mais de 2.000 anos e só começou a
perder terreno com a descoberta da estrutura celular dos seres vivos graças ao desenvolvimento da microscopia. Os órgãos e os tecidos deixaram de ser considerados como massas consistentes resultantes da solidificação dos humores e passaram a ser vistos como aglomerados de células individuais, adaptadas à natureza e função de cada órgão.
Veja que o Microcosmo apenas ganhou forma (ao ser observado), e assim, dificultou-se a cura abstrata, embora
facilitasse a cura lógica. Ainda assim, sendo a Simetria perfeita, voltamos a ver os mesmos números nos átomos e células. Por exemplo as quatro bases que integram o DNA: adenina, timina, guanina e citosina. Todos os seres vivos – animais, plantas, bactérias e muitos vírus – são o resultado de diferentes sequenciamentos e combinações dessas quatro bases na dupla hélice do DNA. E as quatro bases, por sua vez, são formadas de quatro elementos químicos:
carbono, oxigênio, hidrogênio e nitrogênio. Ou seja, a medicina antiga e moderna são a mesma observação. No dizer do Prof. Spyros Marketos, presidente da Fundação Internacional Hipocrática de Cós, o modelo dos 4 humores antigos mostrou-se compatível com as recentes descobertas da biologia molecular. Deus é perfeito e eterno.

O Fígado é Importante. Temos registros da Teoria dos Humores desde sempre. Apenas agora no Século XVII que isso “mudou”. Também conhecida por teoria humoral hipocrática ou galênica, segue as teorias dominantes na escola de Kos, segundo as quais a vida era mantida pelo equilíbrio entre os quatro humores: Sangue, Fleuma, Bílis Amarela e Bílis Negra, procedentes, respectivamente, do coração, cérebro, fígado e baço.

Cada um destes humores teria diferentes qualidades: sanguíneo, o fleumático, o bilioso ou colérico e o melancólico. A doença seria devida a um desequilíbrio entre os humores, tendo como causa principal as alterações devidas aos alimentos, os quais, ao serem assimilados pelo organismo, davam origem aos quatro humores. Entre os alimentos, Hipócrates incluía a água e o ar. A febre seria devida à reação do corpo para cozer os humores em excesso. O papel da terapêutica seria ajudar a physis a seguir os seus mecanismos normais, ajudando a expulsar o humor em
excesso ou contrariando as suas qualidades.

Conhecendo os Quatro Elementos e suas propriedades pode-se conhecer tudo e todos. A Alquimia manipula tal fato em toda a existência, incluindo o aspecto emocional humano.

O fígado (Gan) na antiga Medicina Chinesa

O fígado desempenha um importante papel na fisiologia tradicional chinesa. Como é ele que comanda o fluxo suave do qi por todo o corpo, qualquer desequilíbrio em suas funções geralmente afeta outro órgão. A estagnação do fluxo do qi do fígado freqüentemente desequilibra o fluxo emocional, produzindo sentimentos de frustração e ira.

Contrariamente, essas mesmas emoções podem levar a uma disfunção no fígado, resultando em um ciclo interminável de causa e efeito. Associado com o armazenamento do sangue, o fígado também é o órgão primário envolvido no ciclo menstrual de uma mulher. Quando o fígado está desequilibrado, os seguintes sintomas podem ocorrer: problemas emocionais, dor ou sensação de estufamento nas costelas, vertigem, cefaléia, cólicas, problemas nos tendões, problemas menstruais, icterícia, visão fraca ou borrada e desordens digestivas. O fígado é considerado uma área de armazenamento para o sangue quando este não está sendo usado para atividade física. Esses períodos de descanso contribuem para os processos restauradores do corpo. Durante o exercício, o sangue é liberado para nutrir tendões e músculos. Essa função também está intimamente associada ao ciclo menstrual, pois o fígado mantém o suprimento de sangue adequado e regula o período e conforto da menstruação. Quaisquer disfunções no ciclo menstrual são quase sempre tratadas regulando-se o sangue do fígado. Quando o qi do fígado está estagnado (uma condição muito comum), uma pessoa apresenta os seguintes sintomas; irritabilidade, sensação de aperto no peito e, nas mulheres, sintoma de tensão pré-menstrual. Quando o sangue do fígado está deficiente, sintomas como
olhos e pele secos, palidez e falta de menstruação podem ocorrer. O fígado garante o fluxo suave do qi. O Nei Jing
refere-se ao fígado como um general no exército, coordenando o movimento das tropas. Quando o fígado funciona suavemente, a atividade física e emocional por todo o corpo também ocorre suavemente. Porém, quando a habilidade do fígado de disseminar o qi suavemente por todo o corpo é prejudicada devido a estresse ou opções de
estilo de vida, o qi do fígado pode se tornar estagnado ou hiperativo, causando danos em outros órgãos, como
pulmões, estômago e baço. Problemas relacionados ao estresse, como síndrome do intestino irritável ou indigestão, podem ser tratados com sucesso trabalhando a suavização do qi do fígado.

O Fígado é o grande tradutor entre a “matéria abaixo”, e a “energia acima”. É como se fosse você entre o Céu e o Inferno.

Cuidar da raiva pode ajudar o Fígado, mas cuidar do Fígado também irá ajudar na tua raiva! A Alimentação é importante, mas, acima disso, está a Fé unida à Intenção. Aprender a dar Forma é a única maneira de manipular o Abstrato com Coerência e sem sequelas.

O Fígado dos vencedores funciona bem

Como vimos anteriormente, o fígado armazena sangue durante os períodos de descanso e depois libera-o para os músculos e tendões nos momentos de atividade. Quando o sangue do fígado está deficiente, rigidez e inflexibilidade
dos músculos e tendões podem ocorrer. Se o qi do fígado está estagnado, os músculos podem sofrer espasmos. Esses espasmos musculares freqüentemente ocorrem quando uma pessoa ingere café forte. O café, mesmo a variedade
descafeinada, é uma das substâncias mais nocivas ao fluxo suave do qi do fígado.

Muitas pessoas têm rigidez nos músculos dos ombros e músculos do pescoço após a ingestão desse poderoso estimulante herbáceo. De fato, pode ser extremamente difícil resolver desequilíbrios do fígado em pessoas que
bebem café regularmente. O fígado se mostra dentro dos olhos. Ainda que todos os órgãos tenham alguma conexão com a saúde dos olhos, o fígado está conectado à função adequada os olhos. Por exemplo, problemas oculares crônicos geralmente podem estar relacionados a uma deficiência do yin ou sangue do fígado. É bastante comum obter sucesso com problemas de desordem ocular tratando-se o fígado.

COMO PERCEBER OS PROBLEMAS? QUAL A CURA?

O fígado se mostra nas unhas. Quando o sangue do fígado é abundante, ele se espalha para as extremidades do corpo, incluindo as unhas dos pés e das mãos. Por outro lado, quando o sangue do fígado está deficiente, as unhas podem parecer pálidas, fracas e quebradiças. A raiva vai acumulando. A raiva é uma emoção que tem um amplo
espectro. Outras emoções como o ressentimento, frustração, a indignação, a animosidade, a irritação, a amargura, o ódio, a realidade, são variações da raiva. Qualquer um desses estados emocionais pode afetar o fígado, se permanecerem por algum tempo no sistema. A raiva nem sempre é manifestada expressamente com explosões, irritabilidade ou gritos. Há indivíduos que podem estar carregando raiva por anos, sem necessariamente manifestá-la. Nesse caso, instaura-se uma profunda depressão que drena a energia da pessoa, impedindo-a até mesmo de expressar a raiva. Esses são os casos daquelas pessoas que andam devagar, falam com voz suave, mas que estão
cheias de raiva por dentro. Familiar? Bem, esse tipo de depressão, muitas vezes, é causada por um ressentimento, armazenado por muitos anos, muitas vezes contra um determinado membro da família. A raiva pode afetar outros
órgãos, como o estômago, por exemplo. Isso acontece invariavelmente quando a pessoa fica com raiva na hora das
refeições. Porém, os intestinos são afetados quando se fica com raiva uma ou duas horas depois de uma das refeições. Um caso comum é aquele que o indivíduo vai para um trabalho estressante ou frustrante logo após o almoço. O Qi estagnado do fígado invade o intestino, causando dores abdominais, distensão e prisão de ventre com
diarréia, alternadamente. Todas as emoções, além de afetarem determinados órgãos diretamente, afetam o coração
indiretamente. No caso da raiva, ela aumenta o fluxo de sangue no coração. Com o passar do tempo, provoca o aquecimento do sangue que além de afetar o coração, afeta também a mente. As pessoas que estão sempre
apressadas e as que fazem exercício excessivamente são particularmente suscetíveis à raiva. A raiva pode em muitos casos disfarçar emoções como a culpa. Muita gente carrega uma carga enorme de culpa por anos a fio, mas
não consegue ou não está preparado para reconhecê-la. Acabam usando a raiva para mascarar a culpa. Em países como a Itália, a Grécia e a Espanha, por exemplo, há famílias inteiras que estão permanentemente com raiva.
A raiva é usada, porém, para mascarar sentimentos como a culpa, o medo, a fraqueza ou o complexo de inferioridade. O lado positivo da energia que gera a raiva é força, dinamismo, criatividade e generosidade. Essa mesma energia que se perde, muitas vezes, em explosões vulcânicas, pode ser direcionada para fazer um indivíduo conseguir um objetivo na vida. Veja na imagem acima que o fígado é o maior órgão do corpo humano. Pesando cerca
de 1,5 quilo se localiza do lado direito, no quadrante superior da cavidade abdominal, protegido pelas costelas. Juntamente com o baço e a medula óssea forma um grupo de órgãos chamados de hematopoiéticos, responsáveis
pela hematopoese, que é a formação e desenvolvimento das células sanguíneas. É uma verdadeira indústria química,
executando mais de 500 funções no corpo humano. O bom funcionamento do fígado é tão fundamental para a saúde, no seu sentido mais amplo, que é considerado por algumas correntes da Medicina Oriental como o segundo coração. Algumas das suas importantes funções são as seguintes:

– Integração entre os vários mecanismos energéticos do organismo.
– Emulsificação de gorduras através da secreção da bile
– Armazenamento e liberação de glicose
– Síntese de proteínas do plasma
– Conversão de amônia em uréia
– Desintoxicação de toxinas químicas produzidas pelo organismo.
– Desintoxicação de toxinas químicas externas ao organismo.
– Filtragem mecânica de bactérias.
– Controle do equilíbrio hidrosalínico normal.
– Secreção da bile ou bílis.

“O Fígado é o General do Corpo” – Medicina Chinesa

O Fígado sai nos Olhos! Você é só o vestido do que há por dentro…

Maus hábitos alimentares, o estresse e o comportamento raivoso são os piores inimigos do fígado. Dentro desse cenário, o açúcar refinado e o álcool são os piores vilões. Na maioria das vezes o indivíduo que é impaciente e intolerante sofre do fígado. À medida que a situação vai se agravando, o fígado vai ficando tenso e, paralelamente
a vida da pessoa vai se tornando insuportável. O fígado vai perdendo a sua capacidade natural de proteger o organismo das toxinas internas e externas, e a pessoa entra num processo de intoxicação que muitas vezes se torna irreversível. Medidas de prevenção e tratamentos de recuperação desse órgão tão assoberbado, garantem boa saúde, disposição e vida longa.

Segundo a medicina ayurvédica, a pessoa que não tem um fígado funcionando bem não prospera na vida. Faz sentido, não faz? Em geral, as hortaliças de cor verde são boas para o fígado. Dentre essas, as de cor verde escura são as melhores. O hábito de tirar o sumo de verduras e legumes crus e, tomar, pelo menos um copo, de preferência pela
manhã em jejum faz muito bem ao “general”. Costumam chamar o fígado de general, porque ele comanda muitas funções no corpo.

Em algumas doenças só a energia do fígado está em desarmonia, e em outras existe também desequilíbrio de outros órgãos. O fígado rege as articulações do ombro e joelhos e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e as dores nos joelhos sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado. As tendinites e os estiramentos frequentes também estão neste grupo. Os olhos são a manifestação externa do fígado, e
suas patologias também vão nos indicar algumas alterações no fígado, as mais comuns são as conjuntivites, os olhos vermelhos sem processo inflamatório, os terçóis, os pontos brilhantes que aparecem no campo visual e outros. As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado, e as suas deformidades ou a presença de micose vão nos sugerir algum comprometimento na estrutura yin do fígado, ou desequilíbrio prolongado da energia do fígado.
Para concluir, o fígado comanda o funcionamento do sistema nervoso e é o responsável pelas alterações funcionais como as várias formas de epilepsia, as alterações no raciocínio, os desmaios e as perdas de consciência de modo geral, e as doenças degenerativas como o Parkinson. Todo órgão está acoplado a uma víscera que, no caso do fígado,
é a vesícula biliar, que em geral tem um papel secundário para o funcionamento do sistema. Resumidamente, a vesícula atua mantendo o nosso equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela.

Rege a articulação têmpora-mandibular (ATM). Todas as tensões que ficaram retidas no fígado podem descarregar nesta região e produzir um quadro de ranger os dentes (bruxismo), que se manifesta mais freqüentemente durante o sono. Ao nível emocional a vesícula biliar comanda o nosso processo de decisão, e seus desequilíbrios vão se apresentar na forma de indecisões ou mesmo desorientações, perda de rumo. A lágrima é a secreção interna que ajuda a aliviar o fígado. Deste fato vem a importância de não se reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, pode acreditar conter o choro faz mal à saúde. O mais importante é a harmonia das emoções, isto é, as emoções não devem ser reprimidas. Nós devemos senti-las e deixá-las fluir, evitando o apego emocional. Depois, evitar os medicamentos químicos, as bebidas alcoólicas, os temperos picantes, se não puder evitar, usá-los com moderação. Na alimentação, optar pelas coisas de cor verde, e usar de preferência verduras cruas.

Fonte: Apostila 12 – Os 4 Humores – Bob Navarro


Casas EDL – Os 4 Humores

Conhecendo os Quatro Elementos e suas propriedades pode-se conhecer tudo e todos. A Alquimia manipula tal fato em toda a existência, incluindo o aspecto emocional humano. – Apostila 12 – Os 4 Humores – Bob Navarro

 

 

Casa Ka –

Colérico

Humor: Colérico / Fígado / Bili Amarela / Quente e Seca
Elemento: Fogo
Estação: Verão

Uma pessoa colérica (do grego kholé, que significa bile) é irritadiça e sofre de excesso de bile amarela. Suas decorrentes características seriam irritabilidade, intensidade, impulsividade e rapidez.

São famosos pelo comportamento mais explosivo, são determinados, energéticos, apaixonados e corajosos e, normalmente, têm habilidade para coordenar pessoas, com facilidade para delegar funções. Uma pessoa com temperamento colérico costuma ser líder naturalmente. Ela é criativa, mas tende a ser impaciente e intolerante e tem uma visão mais egoísta. Seu maior desafio é conseguir entender outras perspectivas além da sua e aceitar diferentes possibilidades de caminho.

Fígado: O fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo, é a representação da purificação da vida, a busca pela santidade, pela honestidade, por “fazer o bem”, pois é o órgão que filtra o sangue (que representa a vida). Na medicina chinesa, o fígado também assume um papel de liderança decisiva, como a de um general do exército que dirige as forças de todo o corpo. Para povos antigos, caso dos babilônios, o fígado era considerado a sede da vida e da alma humana. O fígado é o grande tradutor entre a “matéria abaixo”, e a “energia acima”. É como se fosse você entre o Céu e o Inferno.

Tipo colérico: Mandão, impetuoso e líder. Sente emoções de forma intensa, reage rápido as situações e costuma guardar rancores.

 

 

Casa Hu –

Melancólico

Humor: Melancólico / Estômago / Bili Negra / Fria e Seca
Elemento: Terra
Estação: Outono

Uma pessoa melancólica (do grego melas kholé) sofre de excesso de bile negra e é reconhecido por suas inclinações poéticas e artísticas frequentemente acompanhadas por tristeza e medo.

 

 

Casa Ra –

Fleumático

Humor: Fleumático / Cérebro / Fleuma / Fria e Úmida
Elemento: Água
Estação: Inverno

Uma pessoa fleumática é que sofre de excesso de fleuma (phlegmatikós em grego) é quieto, gentil, tranquilo, racional e coerente, mas também pode ser lento e tímido.

É calmo e mais racional, apesar de ter flexibilidade, gosta de rotinas. Apresenta características marcantes como a lealdade e eficiência. Excelente para as áreas de atendimento e planejamento, esse temperamento guarda outra grande virtude, que é a habilidade diplomática.

Cérebro: do latim Cerebrum, que significa “cérebro” ou “o que leva no alto da cabeça”. A cabeça representa a função vital do nosso corpo, bem como a alma, ou o espírito manifestado em matéria, e o raciocínio, tendo em conta nela se localizar o cérebro. A cabeça frequentemente simboliza a autoridade de governar, ordenar e instruir. Além disso, em sinal de respeito a alguém, é a cabeça que inclinamos. No Egito, por exemplo, era costume colocar amuletos em forma de cabeça junto aos mortos como forma de garantir o funcionamento do corpo para além da morte. E na Bíblia, “as cabeças dos profetas e reis eram ungidas ou coroadas.

Tipo fleumático: Controlado, equilibrado e passivo. Sente emoções de forma fraca, é lento para reagir as situações e não guarda rancores.

 

 

Casa Ptah –

Sanguíneo

Humor: Sanguíneo / Coração / Sangue / Quente e Úmido
Elemento: Ar 
Estação: Primavera

Uma pessoa sanguínea tem muito sangue (sanguis em latim) e é afetuosa, alegre, otimista e confiante, mas também pode ser egoísta.

Extrovertido, falante e bem positivo, o sanguíneo gosta de se enturmar e costuma ter facilidade para fazer amigos. Criatividade é o que não falta para esse temperamento, que é um perfil muito presente na área de comunicação. Sempre envolvido em vários projetos ao mesmo tempo.

Coração: Órgão central e fundamental do corpo, o coração é um símbolo dos sentimentos no Ocidente e da inteligência e da intuição no Oriente. Associado à amizade, ao amor e à paixão. O coração é um lugar onde pertence a Deus, a Bíblia fala sobre a importância de termos um coração purificado. Conhecendo essa necessidade, o salmista pede para que Deus crie nele um “coração puro” (Salmo 51:10). A palavra “coração” tem, em alguns momentos, o mesmo significado da palavra “mente”. Em Lucas 6.45 está escrito: “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração.” Nosso coração é a fonte na qual tiramos o bem ou o mal.

Tipo sanguíneo: Alegre, comunicativo e despreocupado. Sente emoções momentâneas de forma intensa, reage rápido as situações e não costuma guardar rancores.

 

 

 

 

 

Tarot

Casa Ka –

Colérico

Quente e seco. Esses são os elementos que compõem o temperamento colérico. Seu símbolo é o fogo. O colérico é movido pelo apetite irascível, “agita-se e entusiasma-se por aquilo que é grandioso”.

Observando o fogo é notório que o colérico aspira à ascensão. Tal como o seu símbolo, o colérico tem a característica de marcar: expande e marca. A sua resposta diante de um impacto é rápida e a ação dura, ou seja, a impressão na alma fica por muito tempo. A estação que representa esse temperamento é o verão — crescente ressecamento que culmina no outono.

São mais inclinados à ação do que ao pensamento, como são movidos pelo apetite irascível. Os coléricos não se afetam tanto pelo mundo externo, procuram ocupar espaço, são cheios de energia, são aquelas pessoas que tendem a aparecer dando soluções e propostas para tudo.

As aspirações do colérico à grandeza constituem-se destas características: Raciocínio agudo; Vontade forte; Grande paixão; Instinto de dominação e liderança.

Para o seu desenvolvimento, o colérico tem um grande desafio: precisa acolher mais sem dar muitas soluções, mais presença e menos propostas. O fogo como símbolo do colérico não precisa ser algo que queima, mas algo que aquece e conforta. Precisa assumir uma postura humilde, pois sua tendência mais natural é o orgulho. O colérico tem muita energia, mas precisa aprender a orientá-la para o lugar certo. É preciso que o colérico desconfie de seus primeiros pensamentos, que respire fundo e tome decisões de maneira mais demorada.

O colérico bem formado consegue direcionar suas energias para se concentrar em determinado assunto, torna-se paciente e forte para suportar os incômodos. Sente-se estimulado constantemente à ação, o colérico fica confortável com desafios, com o devido desenvolvimento consegue ter persistência naquilo que se propõe sem temer as dificuldades.

Produtores, Construtores, Líderes. 

Qualidade:
Energéticos, Resoluto, Independente, Otimista, Prático, Eficiente, Decidido, Líder, Audacioso. 

Defeitos: Iracundo, Sarcástico, Impaciente, Prepotente, Intolerante, Vaidoso, Auto – Suficiente, Insensível, Astucioso.

Ascendente Ka/Hu: O Colérico Melancólico é competente. A pessoa com temperamento Colérico Melancólico possui a coragem e determinação de um colérico e o idealismo e perfeccionismo de um melancólico. O mais severo e obstinado entre as combinações de temperamento, tem a mente rápida e perspicaz que resultam em uma admirável capacidade de análise. A união da determinação, praticidade, força e rapidez do colérico se unem ao poder de analise e ao perfeccionismo do melancólico, criando um líder extraordinário. É competitivo, metódico, disciplinado e agressivo nas palavras e atitudes, nada passa batido, o detalhe mais minucioso é detectado. Domina os assuntos que rodeiam sua vida e quase sempre é um especialista na sua função.

 

Casa Hu –

Melancólico

Frio e seco são suas características. É a secura que o temperamento melancólico tem em comum com o colérico — significa que as pessoas com esses temperamentos tendem a se deixar impressionar menos pelos bens sensíveis, são movidas pelos desafios árduos.

O elemento do temperamento melancólico é a terra — repousa e marca. O melancólico é erroneamente associado à qualidades negativas. As características de frieza e secura significam concentração e resistência. Os bens árduos são os desejos de coisas superiores, como a justiça, a nobreza, a lealdade etc.

Enquanto o fogo (colérico) expande, a terra (melancólico) se aprofunda. As coisas do alto e as coisas profundas são duas faces de um mesmo símbolo. O melancólico aspira à profundidade.

A reação de um melancólico a uma determinada experiência é lenta, mas perdurável, ou seja, não se irrita tanto frente às impressões da alma, as reações não chegam imediatamente, mas depois de um determinado tempo, no entanto, as impressões ficam profundamente guardadas.

O melancólico não esquece facilmente, as impressões na alma do melancólico se comparam a uma estaca que se fixa na terra com tanta firmeza, que não é fácil de arrancá-la.

Mesmo com essa característica de fixar as impressões, o melancólico não deixa transparecer suas ondas de emoção, tende ao silêncio e à solidão, fica facilmente distraído e não escuta nem presta atenção, por estar ocupado em suas próprias ideias. O elemento terra é símbolo de gestação, tem consistência e precisa de tempo. É onde se planta as sementes, onde se constrói uma casa, garante certa estrutura.

Essas características dão ao melancólico uma predisposição à piedade, o melancólico tende a praticar naturalmente a oração mental. Para o seu desenvolvimento, o melancólico precisa aproveitar sua inclinação à reflexão e agir com firmeza de acordo com seus ideais, é o exercício de presença, da prática da virtude, precisa ocupar-se com o trabalho assíduo utilizando a ordem e a organização que lhe são características.

Artistas, Músicos, Inventores, Filósofos, Mestres. 

Qualidades: Habilidoso, Minucioso, Sensível, Perfeccionista, Esteta, Idealista, Leal, Dedicado.

Defeitos: Egoísta, Amuado, Pessimista, Teórico, Confuso, Anti – Social, Crítico, Vingativo, Inflexível.

Ascendente Hu/Ra: O Melancólico Fleumático é intelectual. A pessoa com temperamento Melancólico Fleumático possui a cautela de um Melancólico e a tranquilidade de um Fleumático. Fiel e perfeccionista, combina a análise meticulosa com uma boa dose de organização. Estas pessoas são introvertidas e introspectivas, gostam de escrever e podem passar horas lendo livros. Geralmente apreciam as matérias exatas e cruzadinhas que, para temperamentos mais extrovertidos, seriam entediantes. São pesquisadores natos mas não gostam de desafios, costumam ser reservados e conseguem antecipar problemas de projetos com a máxima precisão, porém não costumam opinar se não forem solicitados.

 

 

Casa Ra –

Fleumático

O temperamento fleumático é frio, assim como o melancólico, porém difere-se pela qualidade úmida. A água é o símbolo desse temperamento. As impressões na alma do fleumático provocam uma irritação fraca e sua reação é igualmente fraca, quando há alguma reação. As impressões, portanto, desaparecem logo.

O sujeito cujo símbolo temperamental é a água caracteriza-se, em geral, por aquele que quando está num ambiente sem conversar com ninguém, não se sente mal, pelo contrário, está satisfeito nessa situação. De forma bem engraçada e caricata, o fleumático não sente necessidade de conversar mesmo num ambiente com mais pessoas, diferente do colérico que quer mostrar-se com suas atitudes, do sanguíneo que quer chamar atenção somente pela sua presença, e diferente do melancólico que, talvez, nem quereria estar ali.

As principais características da água é a concentração e o envolvimento, portanto é alguém, naturalmente, introspectivo, mas que envolve os outros. O fleumático é altamente reflexivo e persistente, faz jus do ditado “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”. O fleumático precisa de algo fora de si para puxá-lo, a água sem um impulso externo tende a ficar parada, é normal não se abalar pelas pressões do ambiente. A água quando estimulada devidamente pode habitar as profundezas e as alturas, ela é o princípio da vida.

É preciso sempre exigir mais de um fleumático para que possa alcançar a grandeza. Deve sacudi-lo de sua inércia e indolência, empurrando-o às alturas, acender em seu coração apático a labareda de um grande ideal. É preciso que tenha o domínio de si e por isso, a prática espiritual que mais caracteriza é o jejum, dominando a si mesmo, ele domina as paixões e dispersões.

Diplomatas, Administradores, Professores, Técnicos.

Qualidades: Calmo, Tranquilo, Cumpridor, Eficiente, Conservador, Prático, Líder, Diplomata, Bem-Humorado.

Defeitos: Calculista, Temeroso, Indeciso, Contemplativo, Desconfiado, Pretencioso, Introvertido, Desmotivado.

Ascendente Ra/Ptah: O Fleumático Sanguíneo é diplomata. A pessoa com temperamento Fleumático Sanguíneo possui a prudência de um fleumático e a sociabilidade de um sanguíneo. Alegre, tranquila e despreocupada, dificilmente se irrita ou guarda ressentimentos. Se relaciona bem com todas as combinações de temperamento. Cooperador, pensativo, diplomático, amoroso e calmo, possui uma forte capacidade para mediar conflitos. A união da racionalidade do fleumático associada as habilidades sociais do sanguíneo o tornam muito capaz.

 

Casa Ptah –

Sanguíneo

Naturalmente alegre e simpático, o sanguíneo tem a característica de expansão e envolvimento. É a junção dos elementos quente e úmido. Seu símbolo é o ar. O ar envolve e está presente em todos os lugares, a presença do sanguíneo é facilmente notada e sua característica envolvente faz dele alguém, geralmente, afável e prestativo.

É o ar que faz com que a vida aconteça, o ar é o meio pelo qual as musas cantam e a música eleva o espírito, é a mediação entre corações e alma. No sanguíneo, estão ativos os cinco sentidos, pois necessita ver, ouvir e falar de tudo. Sua reação a uma experiência é rápida e de curta duração, o sanguíneo é rápido, mas pouco profundo, com uma irritabilidade superficial. As palavras voam com o vento, então dificilmente guarda rancor, devido a sua característica de inconstância que pode fazê-lo passar rapidamente do riso à lamúria e vice-versa.

Essas inclinações podem levá-lo ao ato do sacrifício desinteressado, graças à sua riqueza afetiva, é fácil e ágil para a amizade e se entrega a ela com ardor, o bom coração do sanguíneo pode cativar os outros em torno de si.

O sanguíneo precisa ter cuidado com a necessidade de adulações, e cuidar de sua inconstância naquilo que exige dedicação. Como é alguém cujo interesse direciona-se às coisas exteriores, precisa encontrar fora de sim um meio nobre e elevado. A mortificação dos sentidos é uma técnica eficaz para que aprimorem suas qualidades e consertem suas falhas.

A prática espiritual que se correlaciona com o sanguíneo é a oração. Na alma do sanguíneo, a interação e a conexão estão em primeiro lugar, é de sua natureza a fala e, de certo modo, a oração é uma expansão sem forma, assim como o ar, enquanto o colérico e o melancólico se apegam à estrutura, à prova de que aquilo funciona, e o fleumático busca com ansiedade o efeito dessa forma dentro de si, o sanguíneo vive a oração de um modo muito tranquilo, sem expectativas, pois para ele basta a conexão, a fala e o diálogo.

Atores, Vendedores, Oradores. 

Qualidades: Comunicativo, Destacado, Entusiasta, Afável, Simpático, Bom Companheiro, Crédulo (quando se entrega).

Defeitos: Pusilânime, Volúvel, Indisciplinado, Impulsivo, Inseguro, Egocêntrico, Barulhento, Exagerado, Medroso.

Ascendente Ptah/Ka: O Sanguíneo Colérico é persuasivo. A pessoa com temperamento Sanguíneo colérico possui a animação de um sanguíneo e a coragem de um colérico. É a mais extrovertida e decidida de todas as combinações, pois ambos os temperamentos são de natureza extrovertida. É animado, produtivo e o mais organizado entre as combinações. A capacidade de comunicação do sanguíneo o faz voltado às pessoas e a natureza colérica o faz organizado e produtivo. Uma de suas características mais notáveis é se encaixar em quase todas as áreas profissionais voltadas as pessoas, mas a área deve oferecer variedade, atividade e estímulo. É extremamente carismático, persuasivo e entusiasmado em seus discursos. Este temperamento também é muito inquieto, volúvel, ativo e brincalhão, necessitando estar sempre em movimento.

 

– As qualidades e defeitos entre os humores estão bem divididas diante do Ascendente. Não há alguém que tenha um temperamento puro, embora o mais comum é que haja a predominância de um único temperamento. Todos nós somos constituídos dos quatro elementos, contudo há a predominância — geralmente — de um deles.

 

Escolha dos Humores por Bob Navarro.

Arte: Michelly

Ps: Após o encerramento mensal da série Casas EDL, será vendido na loja da escola o Tarot das Casas impresso com todas as cartas e manual de como jogar. Previsão final de 2022.

Lista das Cartas –

Tarot – Casas EDL

01-  Ascendente ✅

02- Os Chakras e as Cores ✅

03-  Totens ✅

04-  Armas ✅

05-  Os Elementos ✅

06- As Estações ✅

07-  Os Sentidos ✅

08-  Virtudes e Pecados ✅

09- Navegação ✅

10- Pedras e Amuletos ✅

11- Os 4 Humores ✅

12- Pets 

13-  Expansão Ritual

14- Vestes Ritual 

15-  Ferramentas Mágicas

16-  A Banda 

17-  As Deusas 

* Lista de Cartas pode atualizar

 

Veja também:

Casas EDL – Ascendente (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Os Chakras e as Cores (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Totens (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Armas (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Os Elementos (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – As Estações (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Os Sentidos (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Virtudes e Pecados (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Navegação (Ka, Hu, Ra, Ptah)

Casas EDL – Pedras e Amuletos (Ka, Hu, Ra, Ptah)

 

 

 

Façam o Provão EDL + Teste das Casas no final!!!

Seja membro: www.unebrasil.com.br

Sigam as redes sociais oficiais das Casas:

Instagram Casa Ka / Facebook Casa Ka

Instagram Casa Hu / Facebook Casa Hu

Instagram Casa Ra / Facebook Casa Ra

Instagram Casa Ptah / Facebook Casa Ptah

 

 

 

 

Portais

cristolucifer.com.br
escoladelucifer.com.br
unebrasil.com.br
unebrasil.org
unebrasil.net
congressoonline.org
querovencer.unebrasil.com.br

 


Luz p’ra nós!

 

 


Compartilhe a Verdade

6 thoughts on “Casas EDL – Os 4 Humores (Ka, Hu, Ra, Ptah)

  1. Post fantástico, amei!!
    Muito interessante sobre o fígado também!
    Estava esses dias refletindo um pouco sobre as técnicas de reposição de órgãos, como as amígdalas e o apêndice, pois pensei em citar que hoje em dia é muito comum também a retirada da vesícula biliar. Soube de muitas pessoas que tiveram de retirar, pois os cálculos biliares não podem ser removidos, sendo a única solução retirar a própria vesícula antes que ocorra um problema maior. E então, quando se tem esses problemas emocionais reprimidos, isso deve afetar a vesícula na forma de cálculos, descartando claro, problemas externos como de alimentação. É uma questão a se pensar!
    Luz p’ra nós!

Deixe um comentário

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.