Junho 13, 2024

UNEBRASIL

Membros Afiliados

Convergência metafórica – Quando a realidade é mais intensa que a imaginação

1 min read
Compartilhe a Verdade

Convergência metafórica – Quando a realidade é mais intensa que a imaginação

 

 

 

 

Rogerio Souza, [01.06.21 19:56]

Viver é queimar. Princípio filosófico existencial.

Cortar e Queimar lenha no inverno , um ciclo de movimento.

Da escolha e posicionamento das peças de lenha, do material de ignição, do ambiente e condições de trabalho.

A queima de vida humana pelo fogo nas guerras.

O desbravar da densa floresta consciencial.

A floresta de sangue.

O deslocamento consciencial.

A posição de estar contra o mundo.

A sutil sintonia da verdade.

 

 

Rogerio Souza, [01.06.21 20:01]

Do preparo para as noites frias e escuras.

Da limpeza e organização do templo pessoal.

Da compreensão do ambiente pessoal como local de comunhão com Deus.

Dos bons hábitos físicos, mentais, alimentares, higiene, e financeiros.

O inevitável revezamento de perspectivas.

Do posicionamento de perspectivas.

 

Esqueci de mencionar no video, mas essa excelente série antiga e clássica de docudrama do History channel esta agora no youtube, nao sei se por muito tempo e nem se está completa. Vale a pena conferir quem quiser ver a história de guerras da humanidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Singular idade da consciência

 

 

Psicodelia sóbria e Enteogenia

 

 

 


Compartilhe a Verdade

33 thoughts on “Convergência metafórica – Quando a realidade é mais intensa que a imaginação

  1. na minha adolescência Dei muita forma no Chá verde e lembro nitidamente que está relacionado a circulação de oxigênio que por sua vez ajuda na circulação sanguínea que consecutivamente ajuda a raciocinar com a leveza da teanina, provavelmente vou reviver essa rotina… se n for ignorância da minha parte gostaria de sugerir a experiência de Vaporizar a erva de Satan kk, me parece uma maneira HA de posicionar esse abstrato que o KA escolheria sem pensar duas vezes em queimar… Luz pra nos!

  2. Entendi muito bem. Acho que entendi kkk O movimento é a vida, então, temos de valorizar os momentos em que queimamos, pois tudo faz parte. Até os momentos ruins. E devemos agradecer por elas. Pois são experiências, depois passam. E a troca de perspectiva é a vida, pois é movimento. Por incrível que pareça, vinha pensando nisso. Ser grato por todos os momentos, são todos de Deus. Só não entendi muito bem o termo convergência metafórica. Também estive pensando que não tenho mais tanta necessidade de expandir com enteógenos.
    Luz p’ra nós!

  3. Gratidao mestre, por todos os esclarecimentos. Esse lance de sentir gratidao mesmo que estiver realizando uma atividade que nao nos agrade muito foi algo que eu ate comentei com o mestre Josimar recentemente: se todos nos conseguimos fazer aquilo que nao gostamos muito (no meu caso tarefas domesticas) com sentimento de gratidao, segurar e procrastinar os alivios ao inves das atividades q nao sejam muito prazerosas, imagina se cada um segurando um “escurinho” desses o alivio que nao iriamos levar pra Deus. Luz p’ra nos!

Deixe um comentário

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.