Junho 25, 2024

UNEBRASIL

Membros Afiliados

Esta biblioteca foi construída no minecraft por 24 pessoas para combater a censura em todo o mundo

3 min read
Compartilhe a Verdade

 

A maioria de nós vive em países onde a liberdade de expressão é considerada um direito humano fundamental e mesmo que não seja bem assim,  é difícil para muitos imaginar viver em um estado diferente desse. No entanto, nem todos vivem em países onde a ”liberdade de expressão” é respeitada, pois há vários lugares que censuram ativamente seus cidadãos, especialmente aqueles cuja profissão é relatar fatos. Os Jornalistas.

Em vários lugares do mundo, jornalistas são banidos, presos, exilados e até mortos por suas palavras. Para que sua mensagem seja ouvida e alcance os lugares onde são proibidos, a Repórteres Sem Fronteiras (RSF) abriu um tipo especial de biblioteca que pode chegar a milhões. Eles o construíram no Minecraft.

 

 

Os criadores raciocinam sua escolha explicando a acessibilidade da biblioteca: “O Reporters Without Borders (RSF) usou esse backdoor para criar“ The Uncensored Library ”: uma biblioteca que agora está acessível em um servidor aberto para jogadores de Minecraft em todo o mundo. A biblioteca está cheia de livros contendo artigos que foram censurados em seu país de origem. Agora esses artigos estão disponíveis novamente no Minecraft – ocultos da tecnologia de vigilância governamental dentro de um jogo de computador. Os livros podem ser lidos por todos no servidor, mas seu conteúdo não pode ser alterado. A biblioteca está crescendo, com mais e mais livros sendo adicionados para superar a censura. ”

 

 

A biblioteca virtual abriu suas portas no dia 12 de março para marcar o Dia Mundial Contra a Censura Cibernética. Esta campanha usa a hashtag #TruthFindsAWay para incentivar as pessoas a compartilharem seus pensamentos e a espalhar a mensagem sobre os esforços anticensura.
Jornalistas de 5 países diferentes (Egito, México, Rússia, Arábia Saudita e Vietnã) onde suas palavras foram silenciadas agora têm a chance de serem ouvidos novamente. “Seus artigos agora foram republicados como livros do Minecraft em inglês e no idioma original dos artigos e estão disponíveis em países que censuraram seus trabalhos”, explicaram os representantes do projeto.

 

 

A RSF colaborou com o BlockWorks para criar esta peça impressionante. “A biblioteca foi construída em três meses e é composta por mais de 12,5 milhões de blocos. Foram necessários 24 construtores de 16 países diferentes ao longo de 250 horas para projetar e criar a biblioteca. A cúpula principal da biblioteca tem quase 300 metros de largura, o que a tornaria a segunda maior do mundo. ”

 

 

Por que eles escolheram o Minecraft? Os representantes explicaram que grande parte de seu raciocínio se baseava na popularidade do Minecraft entre as gerações mais jovens. Mais de cem milhões de pessoas jogam o jogo até hoje, apesar de ter mais de 10 anos de idade.

 

Os criadores da biblioteca explicaram como eles conseguiram combinar a mecânica do jogo com sua mensagem: “Minecraft é um jogo de mundo aberto, onde os jogadores podem explorar um mundo pixelizado intencionalmente em blocos. Aqui eles podem descobrir e extrair matérias-primas, criar ferramentas, construir estruturas e cooperar com outros jogadores. O modo criativo do jogo é frequentemente descrito como ‘Lego digital’ e está sendo usado em ambientes educacionais. Parte da jogabilidade do Minecraft é coletar e criar itens, como livros. Os livros do Minecraft têm 100 páginas e podem ser escritos livremente. Outros jogadores podem lê-los, mas não podem alterar o conteúdo dos livros no servidor. ”

 

 

A biblioteca virtual, ao dar acesso a informações gratuitas, também chama a atenção para um problema sério:
“Somente em 2019, 39 jornalistas e 10 cidadãos jornalistas foram mortos e atualmente há 228 jornalistas e 120 cidadãos jornalistas presos. Estes são números alarmantes. Na virada do século XXI, quase metade da população mundial ainda não tem acesso a informações gratuitas. Privados de conhecimento essencial e manipulados pela desinformação, são impedidos de viver em um sistema político no qual a verdade factual serve de base para suas escolhas de vida. ”

 

 

 

 
 

”A Biblioteca Sem Censura é um projeto que visa fornecer acesso gratuito a informações em áreas onde existe censura”

 

 
 

🍎 Descubra o que o sistema não quer que você saiba


 
 

Portais
Não esquece de dar aquela força no merch!

escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
congressodigital.unebrasil.com.br

 

Luz p’ra nós!

 


Compartilhe a Verdade

25 thoughts on “Esta biblioteca foi construída no minecraft por 24 pessoas para combater a censura em todo o mundo

    1. Eu ainda não sei como são esses desdobramentos, mas creio que seja sim possível da gente divulgar. Parece que no minecraft o livro pode ser de 100pages. Eu to bem afim de ver como isso pode ser, quando fluir direitinho pra mim eu vou acabar dando uma olhada e trazendo informações mais precisas pra gente.

      Luz p’ra nós!

    1. Verdade. É massa de ver como a tecnologia é uma resistência a opressão, principalmente com a questão do games. Como o Bob já tinha dito, a casa ja caiu pra eles, agora vemos o fluxo no binário nos impressionando nesta linda obra divina. O mundo se conecta e as possibilidades são infinitas.

      Luz p’ra nós!

Deixe um comentário

Escola de Lucifer - Unebrasil | Newsphere by AF themes.